Translate (tradução)

domingo, março 15, 2009

ANGOLANOS NAS AFRO TAÇAS (16 AVOS)

Libolo trava padrinho em dia de baptismo

Tanto os responsáveis desportivos da Costa do Marfim "tentaram influenciar na secretaria"(?) o resultado da partida entre o SOA da Côte D'Ivoire e o Recreativo do Libolo que falou mais alto o jogo jogado na relva sintética.

Quando o Libolo ainda defrontava o D’Agosto na quarta-feira, 11.03.09, para a quarta jornada do campeonato nacional de futebol, o Girabola, eis que os dirigentes desportivos da Cotê D’Ivoire anunciavam a antecipação da partida de Domingo para Sexta-feira, dia 13 de Março de 2008, coincidentemente dia de azar. Perdido o jogo, em casa, diante do 1º de Agosto, o Libolo viu-se forçado, neste dia a viajar de imediato para Luanda e à madrugada de quinta voar para a Cotê D’Ivoire onde dorrotou o seu adversário por 0-1. Foi o vivi, vidi, vinci no baptismo à taça CAF.

D’Agosto sem armas contra Canon

Tanto torceu para a equipa do D’Agosto, o narrador da Rádio Cinco, que perdeu a esperança antes ainda de terminar o jogo dos militares angolanos contra o Canon de Yauonde dos Camarões. Nem Love, nem Ramafoco, nem Tuabi foram capazes de travar, em casa, os os camaroneses. 0-1 no final da contenda, no estádio nacional da cidadela, em jogo pontuável para a 1ª mão dos 16 avos de acesso à liga dos campeões africanos. Curiosamente, o Canon foi o padrinho do D’Agosto, em 1980, aquando do baptismo do então campeao angolano nas competições sob a égide da CAF. Os militares tinham perdido por 3-0 e 3-4 respectivamente.

TP Mazembe derrota petrolíferos

O jogo foi em Lumumbashi perante uma equipa que foi o esqueleto da selecção que a RDC levou ao CHAN/2009 (sete jogadores foram do Tout Pouissant). pontável igualmente pars a 1ª mão dos 16 avos de acesso à liga dos campeões africanos. )Os comandados de Bernardino Pedroto não tiveram nem pernas, nem peito para aguentar a "fúria" atacante dos "guerreiros" do Catanga. Resultado do jogo: 3-0.

Santos derrota padrinho

O vencedor da taça de angola 2008 foi a Libreville derrotar, por 0-1, o Union Sportive Mbilazambi (USM) do Gabão em jogo referente à primeira “mão” dos 16 avos de final da Taça da Confederação Africana de Futebol, também denominada Taça Nelson Mandela. À semelhança do Libolo, os Santistas de Luanda também caloiros nas Afro taças salavaram as honras da nossa bandeira.

==

GIRABOLA: Resultados da ronda quatro:
Académica do Soyo-Interclube 1-0
Petro de Luanda-Santos FC 4-0
Recreativo da Caála-Desportivo da Huíla 1-0
Recreativo do Libolo-1º de Agosto 0-2
Kabuscorp do Palanca-Académica do Lobito 6-0
ASA-FC Bravos do Maquis 1-1
1º de Maio-Benfica de Luanda 1-1

Classificação:

01 Petro de Luanda 12
02 Académica do Soyo 10
031º de Agosto 09
04 ASA 08
05 Recreativo do Libolo 07
06 FC Bravos de Maquis 07
Recreativo da Caála 06
08 Santos FC 05
09 Benfica de Luanda 05
10 Kabuscorp do Palanca 04
11 Desportivo da Huila 03
12 Interclube 01
13 1º de Maio de Benguela 01
14 Académica do Lobito 00

Próxima jornada (5ª):

Benfica de Luanda / Petro de Luanda

Desportivo da Huíla / Recreativo do Libolo

Académica do Lobito / ASA

Santos FC / Recreativo da Caála

1º de Agosto / Kabuscorp

Académica do Soyo / 1º de Maio de Benguela

Interclube/ FC Bravos do Maquis


OBS: Ainda sobre o jogo entre o SOA e o Libolo, uma pergunta se deve faz:
_ Os ivoirenses "tentaram influenciar na secretaria" ou será a nossa FAF que "deu bandeira"?


Luciano Canhanga

3 comentários:

mafegos disse...

Amigo Luciano
os rapazes do Lobito,já não estão muito bem,mas pelos vistos,não sei se tens alguma coisa contra os rapazes e ainda lhes espetas com 9-0,pois eu acho que foi só 6-0.

Angola Debates e Ideias- G. Patissa disse...

Concordo com o Mafegos,
Qualquer dia demitimos o Canhanga da direcção editorial do Mesu ma Jikuka, por uma questão simples: está a perseguir muito demais com força a Académica. Eles, que até já perdem tão bem em campo, não precisam agora levar goleadas do teclado. Ora essa pá!
Assim resolviamos o problema de vez. Uma chicotada ao treinador Rui Teixeira (já demitido ontem) e outra chicotada psicológica ao Canhanga, ponto palágrafo final.

MESU MA JIKUKA disse...

Mea culpa. Critiquei ao longo da semana a p;agina da Angop que publicou oeças retirando sempre um ponto ao l]LIbolo. Acrescentar três golos é "palmatoável" (existe essa palavra?).
Está reposta a verdade
Agradecimenti a todos e boas leituras