Translate (tradução)

quinta-feira, abril 17, 2008

KIAMA FULO: UMA PRAIA COM DIAS CONTADOS


Estou sobre a ponte do rio Kuanza.
É a fronteira entre as províncias do Kuanza Norte (município de Kambambe) e Kuanza Sul (município do Libolo).

Ao fundo, para além do curso normal do rio Kuanza, mostrando também o início da albufeira da barragem de Kambambe, pode-se ver a praia fluvial de Kiamafulo, agradável local de recreio para os moradores de Kambambe, Dondo, Kambingo e doutras paragens.

Dizem que a nova reconfiguração da hidroeléctrica de Kambambe vai aumentar a albufeira e a praia de kiamafulo vai desaparecer, devido ao aumento do nível de água.


Antes da travessia da ponte a polícia nacional tem aqui um controlo. No passado, nenhum homem em idade militar o podia transpor sem que tivesse a situação militar regularizada. Hoje, o controlo permanece. A única coisa que mudou é que nenhum automobilista que faça o serviço de transporte de pessoas e ou mercadorias o transpõe sem pagar a “gasosa”. A excepção é feita apenas aos autocarros de empresas licenciadas para o transporte inter-provincial.

E se a dita "gasosa" fosse na verdade um refrigerante, uma caixa seria pouca para tirar a "sede dos polícias gasoseiros" que ficam normalmente em Kalomboloca, Zenza do Itombe, Desvio da Munenga, Kizouo, Ponte do Nhia e Alto Wama. Citei apenas os pontos "críticos" da estrada nacional EN120 de Luanda ao Huambo.

Perante o facto, uma questão se coloca: O alto comando da nossa Polícia Nacional tem ou não conhecimento da existência destas barricadas?


A foto foi tirada no dia 9 de Abril de 2008 de viagem ao Kuito/Bié.

Luciano Canhanga


1 comentário:

MESUMAJIKUKA disse...

epa;

O homem sempre amou a desgraça. Voce se lembra da maka dos Biocombustíveis, a maka que vai parir?
Estou preocupado, porque se na europa é assim exe tu ma mbundu tu liasa kia vika.

As fotos que te enviei o ano passado, todo gordinho, foram tiradas exactamente neste recanto, que está moribundando.

Um abraço

MD