Translate (tradução)

quarta-feira, novembro 12, 2008

FAIR PLAY


Termo inglês que quer dizer “jogo limpo”. Assim foi na final da Taça de Angola, ganha pelo Santos FC de Angola, equipa da samba, aí para os lados do Futungo de Belas e quem tem como presidente o também presidente da FESA.


O Libolo, vencido na final (1-0 na segunda parte do prolongamento), teve a Taça aos pés ao longo dos 90 minutos regulamentares em que dominou a partida, mas a perdularidade dos seus atacantes fê-los receber apenas as medalhas de finalistas vencidos.

No próximo ano haverá mais Taça e o Libolo terá, com certeza, outras histórias para redigir no terreno do jogo. Ao Recreativo do Libolo, tal como ao Santos, que também se estreia nas competições sob a égide da CAF, caberá, e é a missão que a Nação lhe confere, elevar bem alto o nome de ANGOLA.


Quis o Santos não ir às AFROTAÇAS de boleia e conseguiu-o por mérito e Fair Play.

Parabéns!


Luciano Canhanga

4 comentários:

Angola Debates e Ideias. Gociante Patissa disse...

Fair play é levantar do chão sem rancor. É admitir que falhamos, do mesmo jeito que perdmos perder. Mas quem disse que a receita é para ficar no desporto? Como costumas dizer, um ganha a partida e outro o juizo.

Anónimo disse...

"... o libolo ganhar a partida e o sagrada juizo".

Este nao um grito alacre de quem tem de contentar-se mas sim gesto simples de dizer que intender o que esta escrito entre linha nao e somente previlegios para POUCOS.

paro por aqui para nao alimentar polemicas. eu prefiro celembrar a amizade, mas a muitos que estao a procura do beijo de judas por todo quanto e canto.

abraco sem "rancor"
K.A

Canhanga disse...

Kashuna,
Desta vez foi o contrário. O Santos ganhou a Taça e o Libolo ganhou juízo.

ANNA MATHAYA disse...

Fair Play!!!