Translate (tradução)

terça-feira, abril 22, 2014

AS DOMÉSTICAS DELA E A IMPORTANCIA DA BUROCRACIA WEBERIANA

Ponto prévio: assunto de empregadas domésticas sempre deixei com a dona de casa, sendo a ela que recorro para reclamar sobre serviços e produtos prestados de forma deficiente.

Todas as formações, por mais incipientes que sejam, têm sempre algo de novo. A frequência de um MBA e Mestrado em Administração de Empresas com foco nas pessoas tem me levado a ter a administração da casa como meu laboratório de reflexão e ensaio.
Noto, agora mais atento aos modelos de administração moderna, que volta e meia a minha Senhora está a reclamar das empregadas que tornaram  a errar um procedimento já corrigido ou deixaram de fazer uma rotina já habitual, e lá aparece ela aos bilhetinhos às suas contratadas.
 
Tive de recitar para ela a teoria clássica de Taylor: "mulher+tarefa+máquina (equipamentos de trabalho)", a que se deve juntar uma gestora (no caso ela ou nomear uma de suas contratadas para coordenar a actividade, atendendo assim a teoria de H. Fayol) e organizar uma burocracia (regras e procedimentos claros para a execução das tarefas).
Sendo que as empregadas em nossa casa vão e vêm, escusar-se-á de passar bilhetinhos todos os dias ou ter de reexplicar tudo àquelas que venham a ser contratadas.
 
Para ensaiar a teoria de M. Weber, comecei por redigir uma burocracia: "Antes de ligar a electrobomba verifica se todas as torneiras estão fechadas". Até os filhos acataram.
 
Para dar sequência, vou anotando as rotinas e descrevendo os passos da sua execução. O próximo passo será pauta-las e instituir um "caderno de ocorrências" onde serão registadas todas as anomalias e recomendações entre a contratante e as contratadas.

Sendo o exercício da autoridade formal e o seu cumprimento permanente, uma das características da administração moderna, torna-se também necessária a gestão da pontualidade, a tipificação (em burocracia) dos deveres e direitos entre as partes, bem como as penalizações e compensações.
Basta um olhar atento para se chegar à conclusão de que a tomada de decisões sobre "Planear, Organizar, Executar e Controlar" começa em casa.
 

Sem comentários: