Translate (tradução)

terça-feira, maio 18, 2010

O DIA EM QUE OS BOMBEIROS CHEGARAM TARDE

Tornaram-se vezeiros os incêndios de grandes proporções na capital angolana e com prejuízos enormes, às vezes incalculáveis, se estendermos os danos aos morais.

Por descuido ou desleixo para com as normas básicas de segurança das instalações, todas as semanas são reportados incêndios em instalações comerciais e residências que deixam muito angolanos com dores físicas e bocas amarguradas. O mais recente incêndio de grandes proporções aconteceu no mercado do Roque Santeiro, ao Sambizanga, tendo consumido bancadas, barracas e casas onde era guardado material de construção em venda naquele mercado paralelo (feira).

Pelo que se ouviu das visadas, entrevistadas pela TPA, qualquer uma das vendendora terá perdido valores acima de USD 3.000,00, pois só com aquele montante se pode entrar para a comercialização de materiais de construção.  E não estamos a falar de empresárias. São pobres mulheres que pediram o dinnheiro emprestado de alguém conhecido, com o único objectivo de manter acesos os fogareiros e os fogões.

Mulheres  "vijunárias" que recorreram, agregadas, ao kixi-crédito e ou micro-crédito para poderem sustentar as famílias ao mesmo tempo que reembolsam os valores recebidos. E o fogo consumiu tudo o que encontrou encaixotado. Lavrou até o dinheiro que "por questões de segurança as senhoras nunca conseguiam levar para casa, deixando-o guardado entre as imbambas". Perderam-se "vidas" feitas ao suor de muitos dias de sol, frio e poeira no descampado do Roque Santeiro. E foi "graças a pronta intervenção dos bombeiros" pois, pelo contrário, "o chão teria ardido"...

Se com a "pronta intervenção" do corpo de bombeiros acontece o que a TPA mostrou (reportado como um infausto incêndio), gostaria de saber o que acontecerá no dia em que os bombeiros chegarem tarde?

4 comentários:

~PakKaramu~ disse...

Pak Karamu visiting your blog

Adriano disse...

Mas que tragédia terrível, meu amigo... muito lamentável. Espero que o governo extenda as mãos aos prejudicados, pois conquistar algo para a vida das famílias com o suor do rosto já não é fácil, quanto mais passando por uma infelicidade dessas.

Um abraço a você e aos amigos de Angola!

Adriano Berger
http://nanoberger.blogspot.com

Anónimo disse...

como é que os bombeiros deveriam chegar a tempo, se os meios rolantes estao com o....; como é que os bombeiros deviam chegar a tempo se ha engarrafamentos; como é que deviam chegar a tempo se Luanda nao tem agua para abastecer os carros dos bombeiros. de bombeiros so têm o nome e a farda.

José Sousa disse...

Olá... estive aqui neste blog. Encontrio nos "Blog's que falan de Angola". Gostei muito deste trabalho e do rico conhecimento que nos dão.

Conheça os meus
www.congulolundo.blogspot.com
www.queriaserselvagem.blogspot.com

Um grande abraço