Translate (tradução)

sexta-feira, dezembro 05, 2014

RECUO NO TEMPO


Os meus amigos (destaque ao Virgílio Tchoia) há muito me queriam ver no show do mês, da nova energia. Falhei, faltei, ate que, finalmente, lá fui me "caloirar", quando os outros já vão na sexta velocidade.

Encontrei casa a rebentar pelos ângulos rectos, muitos com saudades dos tempos de "undenge", outros com saudade do "ouvido contar" ou narrado em livros de gente que nunca se abeirou junto ao palco dum kutonoka ou kudisanga.
Primeiro cheguei acanhado. Em boa verdade diria "fox" com a mamã grande que me fez atrasar com a maka dela do "vestido de preferência". Cada evento, um novo vestido. Ara xisa!

Antes que não me espalhe, cheguei mesmo com cara de quem "cheirou na dibinga dum walendado" e vi passarem por mim, naquele palco Plaza, o sobrinho de Sofia Rosa que cantou a sua "manyinga" (sangue), Legalize que se "legalizou" com voz tipo mesmo do Urbano de Castro e o Gaby Moi, puto do David Zé.
No fim já, quando se ouvia o "ngi dila ngi banza, ngi banza kamba dyami", o meu motor emocional pegou. António Paulino cantou ainda o "ponta-pé" que me levou mesmo a desferir um valente ponta-pé à cadeira de frente e por pouco adentrava a nádega duma kindoza que revivia um tempo que sua idade denuncia não ter vivido.

 - Estás mas’é a gritar só para entreter e agradar o kota te garante as finanças, pá! – Desabafou maldosa uma senhora com os cabelos todos esbranquiçados, mas com um corpo ainda bem conservado.

E Foi a segunda vez que o desferi um ponta-pé involuntário. Na primeira vez que o fiz tinha imaginado um “sul-africano-carcamano” a nos bombardear impiedosamente e desalmadamente com "bombas que partem casas não metem medo ao povo unido". Desta pensei mesmo na mulher de casa e que estava à minha direita. O meu inconsciente terá cogitado: pela próxima que me fizeres atrasar ponho-te uns "conta-pé" como esses do tio Paulino.

E eu, ainda sem terminar minha "jijinda", lá estava o kota a terminar o show com o seu "ungibekela jijinda, alaposa"!

 Estou com o pé esquerdo dorido.


Luanda, Outubro, 04,2014.

Sem comentários: