Translate (tradução)

quinta-feira, agosto 17, 2006

FLEC's, FLECHAS e PAZ



Que as flechas deixaram de incomodar, isso parece ser verdade. Acabaram as mortes “matadas” nas matas do Maiombe. Todos estão pelo menos de acordo que a via militar não conduz nem à paz nem à (in) dependência (in) desejada.
Porém, há que se ter em conta quem politicamente representa o povo ibinda. As FLEC’s ou o FCD? e Com quem "havemos" de sentar?

Comecemos pelas destrinças.

De Flec's anda Cabinda cheia. Flec-Fac, Flec-Nova visão, Flec-Renovada, Flec-Original, Flec-etc., etc.

Há agora o FCD que tem duas direcções. A que é interlocutor válido encontrado pelo governo, liderada por Bento Bembe e a nova direcção nomeada por Nzita Tiago, o pai das FLEC's.

Ora, nem sei qual será o passo seguinte. Os que negociaram a paz já foram demitidos. O governo angolano vai fazer outra negociação com Chicaya e companheiros ou continuará a lidar com aqueles (Bento Bembe e turma) que já não representam, no dizer da FLEC, o povo de Cabinda?

-Quem é afinal Bento Bembe, quem é Chicaya e quem é o FDC perante as Flec’s?
-Quem é quem perante o governo angolano e perante ao povo de Cabinda?

Soberano Canhanga,

2 comentários:

Kyalanda Peterson disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Kyalanda Peterson disse...

Olá, creio que já lhe falei, que de analista de politica eu nao tenho nada, e nao entendo nadinha... mas pelo menos consigo perceber a mudança dos cenários e do foco da açcao politica por aki. Fiquei alguns dias off Luanda, voltei, e já mal se fala do protocolo cabindes... aliás, Agosto é exclusivo para o nosso amaderrimo presidente, todos ficamos Fesados e EXpontaneos, nao sei qual a sequencia para setembro, mas se NETO merecer tamanho destaque, talvez nao voltemos a prosa cabindes, e nem mesmo as eleiçoes que na verdade deviam ocupar a agenda da imprenssa. por hoje aposente a caneta! bjs