Translate (tradução)

sábado, dezembro 22, 2007

QUANDO A "MINHA PESTE" SARAR...


Desde Outubro último que muitos me vêem como "verme", como infectado por uma peste transmissível e mortal. Tudo devido a uma cabala que me foi montada por gente bem conhecida.

Mas é certo que quando a "minha peste" sarar, e porque sempre terminará, muitos virão procurar-me.

Só espero que não venham com conversa fiada e lágrimas de crocodilo à mistura.


Não tarda volto a ser HOMEM.

Canhanga

5 comentários:

ANNA MATHAYA disse...

... e há de sarar meu caro, cair em armadilhas não é e nunca foi problema, o problema é permanecer nelas. Mas a verdade sempre vence e a seu tempo a justiça é feita, força, força, e força!!!

«Ed disse...

Meu caro. As intrigas qdo surgem e sabemos q são intrigas e ainda melhor qdo sabemos quem as produz, só nos ajudam a crescer e a enfrentar tudo e todos com a cabeça levantada. Para o que estás a passar, e sei que é passageiro, lembro-me do que meu avô muito me dizia: "A virtude de um homem não consiste no facto de nunca cair, mas sim em saber se levantar logo após cada queda".
Por isso, gostaria q lidasses com tudo isso porque por aí, e entre todos os crocodilos tu és bem mais HOMEM.

Edson Macedo disse...

Desculpa.. Fiquei tão chateado q a escrever teclei errado e não publicou o meu nome.
Não é Ed. É mesmo EDSON MACEDO.

MESUMAJIKUKA disse...

Obrigado
Ed filho de Macedo

Gociante Patissa disse...

Não é muito sábio de minha parte (eu sei) depositar juizo de valor sobre algo de que "não esteja" pormenorizadamente inteirado, muito mais qd se trata de alguem por quem nutrimos afinidade. Ignoro isso tudo e faço-lhe chegar o meu toque no ombro e lembrar-lhe que "não importa quão longa seja a noite, pois a manhã há-de-chegar". Em Inglês diriam "no one can make you feel inferior without your consent". Já em Umbundu há também quem diga que "Kamuile ongongo kakolele" (quem não sofreu, não amdadureceu). A competência é remédio para tudo. Fui longo demais, não? Gociante Patissa